Queijo Cheddar: O Guia Completo [2021]

queijo-cheddar

Originário da Inglaterra, o queijo Cheddar é um dos muitos tipos de queijo e é popularmente conhecido pela sua coloração em tons de laranja ou amarelo escuro.

É um tipo de queijo que faz sucesso em qualquer tipo de culinária mundo afora, pois é facilmente adaptável para os mais diversos tipos de receitas, podendo também ser consumido cru.

Muito apreciado, o cheddar verdadeiro possui uma consistência firme – sendo classificado com um queijo semiduro – uma textura muito macia. Mas o que conquista mesmo é o seu sabor, pois se apresenta ao paladar de forma suave e ao mesmo tempo marcante.

Apesar de ser originário de uma região específica da Inglaterra, o queijo cheddar não recebeu o selo de Denominação de Origem Protegida – DOP. Portanto, qualquer produtor de qualquer outra região pode fabricar um legítimo cheddar.

Ao contrário do que muitos pensam, o cheddar utilizado no preparo de hambúrgueres no Brasil, nos Estados Unidos e em outros lugares do mundo, não é o cheddar verdadeiro. Nada mais é que um tipo de queijo processado para parecer o queijo cheddar. Apesar de muito gostoso, não pode ser considerado um tipo de queijo.

Continue acompanhando a leitura para você descobrir tudo sobre o autêntico queijo cheddar e saber diferencia-lo do queijo processado que encontramos nas prateleiras.

A Origem Do Queijo Cheddar

O verdadeiro cheddar foi criado numa pequena cidade de mesmo nome, a cidade de Cheddar, que é uma vila situada no condado de Somerset e que fica no Sudoeste Inglaterra, no Reino Unido.

Assim como o ocorreu como o queijo gorgonzola, conta-se que o queijo cheddar foi criado por acidente, há aproximadamente onze séculos atrás, quando o queijeiro inglês tentava recuperar uma massa de leite coalhado que se empedrou.

Outros relatos contam que o queijo cheddar se originou da necessidade de se aproveitar o leite que sobrava da preparação de outros tipos de queijo.

Seja qual for a verdadeira origem do cheddar, o que se sabe é que ele foi rapidamente ganhando popularidade por toda a região do Reino Unido.

Isso se intensificou principalmente quando o Rei Henrique II – ou Rei Henry II – mostrou a sua predileção por esse tipo de queijo, no ano de 1170, chegando a declarar que era o melhor tipo de queijo já produzido no país.

Como É Produzido O Queijo Cheddar?

O autêntico cheddar tem como matéria prima o leite de vaca, como os queijos brie e gorgonzola, por exemplo. Mas há também outras versões desse tipo de queijo produzidos a partir do leite de ovelha ou búfala.

Para a sua fabricação, é utilizado um método conhecido por “cheddaring”. Esse método consiste em dispor as massas de leite coalhado em bolos de forma que fiquem empilhadas uma por sobre a outra.

Dessa forma, o excesso de soro é drenado e a massa se torna mais firme. Esse processo é repetido inúmeras vezes. E o resultado é um queijo maturado, com uma textura um pouco esfarelada e disposta em camadas.

Separamos um vídeo super legal do pessoal do Doc Mundi para você ver em imagens como se dá todo esse processo. Dá só uma olhada:

Qual A Razão Do Seu Tom Alaranjado?

Basta mencionar o queijo cheddar e certamente uma das primeiras características que vem à mente é a sua coloração única em tons de laranja e amarelo escuro.

A razão dessa tonalidade tem duas explicações. Uma delas é a maior quantidade de pigmentos orgânicos, conhecidos como carotenos, que está presente na composição do leite de vaca ordenhado nas estações mais quentes, como primavera e verão.

A outra explicação vem do fato dos produtores utilizarem um tipo de corante natural chamado de urucum, que é o fruto de uma árvore nativa da região tropical da América, chamada urucuzeiro.

O urucum confere ao queijo essa aparência alaranjada ou, por que não, bronzeada. E esse processo geralmente é feito nos queijos produzidos nas estações mais frias, como outono e inverno.

Há muitos anos atrás, quando ainda não havia disponível o fruto do urucuzeiro no Reino Unido, os produtores ingleses utilizavam flor de calêndula para conseguir o mesmo efeito do caroteno presente nas plantas que alimentavam as vacas.

Em outros países e regiões, os produtores de cheddar podem vir a utilizar outros tipos de corantes para atingir o tom alaranjado característico do tipo de queijo cheddar.

E Quanto À Maturação?

A maturação do queijo cheddar é um processo cujo período dura aproximadamente nove meses, no mínimo, mas pode chegar até a dois anos de cura, a depender do produtor.

O cheddar vintage é um dos tipos de queijo cheddar cujo tempo de cura leva em torno de 24 meses.

Quanto maior o tempo de maturação, mais maduro o cheddar se torna, o que significa que a sua textura é mais quebradiça e o seu sabor é mais pungente, forte e intenso.

Já os queijos mais jovens, cujo tempo de cura é o mínimo – em torno de nove meses – apresentam um sabor mais fortemente adocicado, e com uma textura mais macia e suave, dando a sensação de que derrete na boca.

É um tipo de queijo encontrado em formato de tambor, ou um cilindro com bordas arredondadas, medindo em torno de 38 centímetros de diâmetro e pesando cerca de 28 a 32 quilos.

Ele é envolvido em uma casca natural, coberta por um tecido próprio para a sua melhor conservação.

Veja Também: Queijo Brie – Tudo Sobre Essa Delícia [2021]

Diferenças Entre O Queijo Cheddar E O Queijo Processado Tipo Cheddar

Os nomes são bem parecidos, e as suas cores também, mas eles são bem diferentes um do outro.

Para começar, o queijo processado tipo cheddar sequer pode ser considerado um tipo de queijo. Já o autêntico queijo cheddar é produzido utilizando o método “cheddaring”, exclusivo para ele.

Mas tudo começou com a popularização do queijo cheddar pela América do Norte, mais precisamente nos Estados Unidos, que é um país conhecido pelo grande consumo de fast foods.

Com o tempo, o autêntico cheddar foi sendo substituído por uma versão mais econômica e versátil para ser utilizada como molhos e recheios das mais variadas receitas típicas de lanchonetes, como hamburgueres, pizzas, pasteis, salgados e outras massas.

Como É Feito O Queijo Processado Tipo Cheddar?

Também conhecido por “cheddar americano”, o queijo processado do tipo cheddar nada mais é que uma mistura de vários tipos de queijo com adição de água, corante e compostos químicos como os emulsificantes.

Os emulsificantes conferem ao queijo processado uma textura sedosa, consistente e macia que agrada aos olhos e ao paladar. Além disso, algumas versões contêm também leite em pó e aromas artificiais.

E Quanto Ao Verdadeiro Queijo Cheddar?

A adição de corantes naturais no verdadeiro queijo cheddar, como o urucum, a flor de calêndula ou até mesmo outros tipos provenientes da natureza, não alteram o sabor do queijo.

Enquanto o queijo processado do tipo cheddar possui um tom único de laranja fechado, o queijo cheddar original apresenta uma coloração que varia entre tons de laranja, amarelo e marfim.

O seu sabor é completamente diferente do queijo processado, bem como a sua textura e aparência.

O queijo processado é cremoso e muitas vezes comercializado como um tipo de requeijão. Já o verdadeiro cheddar é firme e consistente, podendo esfarelar caso sofra um longo processo de maturação.

Por fim, é possível diferenciar pelo aroma, que é natural no queijo cheddar autêntico, apresentando notas de frutas como maçã, nozes e grãos torrados de café.

Tipos De Queijo Cheddar

Existem muitas variedades de queijos cheddar produzidos no mundo todo. Veja abaixo um pouco sobre algumas delas:

Queijo cheddar de fazenda (farmhouse cheddar)

Os queijos cheddar de fazenda, conhecidos por farmhouse cheddar, são queijos que são produzidos em regiões específicas do Reino Unido, como os condados de Dorset, Somerset, Cornwall e Devon.

É tão exclusivo que recebeu o selo de Denominação de Origem Protegida pela União Europeia. São queijos fabricados exclusivamente nas fazendas dessas regiões inglesas.

Para ser classificado como farmhouse cheddar, todo o processo de fabricação do cheddar deve ser realizado na mesma fazenda, da ordenha do leite até o fim da maturação, que dura aproximadamente nove meses.

Queijo cheddar envolvido em pano de queijo (bandage-wrapped cheddar)

Esse é um tipo de queijo cheddar que é envolto em um pano de queijo durante o seu processo de maturação.

O pano, ao ser envolvido no queijo cheddar, ganha um aspecto endurecido e mais grosso, e não é retirado após o processo de cura, sendo comercializado com ele.

Isso é feito de forma a proteger a superfície externa do cheddar. Mas é possível que ar circule ainda assim, criando uma casca natural no próprio queijo.

Queijo cheddar coberto com cera (wax-covered cheddar)

A cera utilizada para cobrir o queijo cheddar durante a cura possui a mesma função do pano, mas produz efeitos diferentes no resultado final.

A função da cera é proteger a massa do queijo enquanto passa pelo período de maturação, mas diferentemente do pano, não permite que o oxigênio circule. Isso faz com que o queijo envolto em cera não forme nenhuma casca natural.

Queijo cheddar orgânico (organic cheddar)

O queijo cheddar orgânico recebe esse nome por conta da sua matéria prima, que é o leite de vaca completamente orgânico, ou seja, cru ou natural.

O tempo de maturação comum para este tipo de cheddar varia entre seis a doze meses. Mas pode durar até mais de um ano, resultando em um cheddar de textura quebradiça e sabor intenso.

O leite orgânico garante ao queijo um sabor mais picante quando comparado aos outros tipos de cheddar.

Algumas Características E Curiosidades Sobre O Queijo Cheddar

  • O queijo cheddar é um dos queijos mais consumidos do planeta, por seu sabor inigualável e por sua praticidade.
  • Além disso, o seu valor de mercado é relativamente mais em conta quando comparado com queijos que recebem o selo de Denominação de Origem Protegida, como o Brie e o Gorgonzola.
  • Os países onde o queijo cheddar é mais consumido são os países de língua inglesa, como a Inglaterra, o Canadá, a Austrália, a Nova Zelândia, e claro, os Estados Unidos.
  • O cheddar, assim como os outros tipos de queijo, apresenta um alto teor de proteínas e cálcio, por ser feito a partir do leite. Uma porção de 30 gramas de queijo cheddar possui aproximadamente 7 gramas de proteína.
  • É um queijo que possui também minerais e vitaminas, como a vitamina A (um poderoso antioxidante) e a vitamina B12 (essencial para o bom funcionamento do sistema nervoso).
  • É importante consumir o queijo cheddar com moderação, pois ele apresenta um alto teor de gorduras saturadas, o que pode causar doenças cardiovasculares.
  • E para ter certeza de que está adquirindo um cheddar verdadeiro, observe aspectos como a presença de casca, pequenas manchinhas esbranquiçadas, coloração variante entre tons de laranja e marfim e textura quebradiça. Esses são sinais de um queijo cheddar robusto e maturado.
queijo-cheddar-1

Como Degustar O Queijo Cheddar?

  • O autêntico queijo cheddar inglês faz parte do grupo dos queijos semiduros, que são tipos de queijo que harmonizam bem com vinhos tintos mais elaborados com sabor mais encorpado como o Cabernet Sauvignon, o Cabernet Franc, o Malbec e o Tannat.
  • Caso o queijo cheddar tem passada por um período de maturação menor, sendo ainda jovem, é mais fácil de harmonizar com vinhos leves e frutados, como o Merlot, o Grignolino e o Marzemino.
  • É um tipo de queijo que pode ser consumido cru ou utilizado no preparo de vários tipos de receitas. Uma ótima opção é servi-lo em tábuas de frios juntamente com outros tipos de queijo, ou ao lado de frutas e oleaginosas. É uma ótima ideia para receber amigos!
  • Outra opção é derrete-lo e usar como molho para massas ou recheios de sanduíches. Fica uma delícia!

Agora que você sabe tudo sobre o autêntico cheddar inglês, venha conhecer mais sobre os outros tipos de queijo!

Se a sua cozinha falasse, o que ela diria? Aqui eu digo tudo! MUITO PRAZER, sou a Cozinha que fala! #cuisinenopopulê

Deixe uma resposta:

Your email address will not be published.

Site Footer