O Que É Za’atar (Zatar ou Zaatar) – Como Usar e Receitas

-

Conheça nesse artigo o Zaatar, conjunto de temperos muito utilizado no mundo todo que vem ganhando cada vez mais espaço na culinária brasileira.

O Que É Za’atar? 

O za’atar é um conjunto de temperos, similarmente ao tempero Cury, originária do Oriente Médio, mais precisamente em países como a Síria, o Líbano, a Jordânia, a Palestina, a Turquia, o Egito, a Armênia, o Marrocos, a Tunísia e Israel.

Desde o período da Idade Média, o za’atar é utilizado na culinária árabe.

zaatar-2
Za’atar | Zatar | Zaatar (Foto: Reprodução)

Qual É A Composição Do Za’atar / Zaatar?

Os temperos e ervas básicas em na composição tradicional do za’atar são: a manjerona, o tomilho, o orégano, o coentro, o gergelim torrado, o sumagre e o sal.

Em alguns temperos não são adicionados todos esses ingredientes. Boa parte das composições do za’atar levam ervas e temperos como o coentro e o cominho.

Vale ressaltar que um dos ingredientes do za’atar é o sumagre (ou sumac), que nada mais é que uma especiaria adstringente, também vinda do Oriente Médio, ideal para saladas devido à sua acidez que é muito semelhante à do limão, deixando qualquer preparo saboroso e refrescante.

O Toque Especial Do Sumagre

O sumagre possui um sabor ácido e cítrico, e é muito difícil de ser encontrado no Brasil. Já o za’atar possui um sabor e um aroma levemente picante. Para adicioná-lo ao condimento, basta utilizar a medida de uma colher de sopa.

De todos os ingredientes citados acima, a manjerona, uma planta mediterrânea da família Labiatae, assim como a hortelã e a salvia, é a principal especiaria desse condimento e por isso essa receita recebe o seu nome.

Za’atar é um termo que vem da palavra árabe que designa a palavra manjerona. Seus nomes científicos são: Origanum majorana, Origanum syriacum e Origanum vulgare.

Onde Utilizar o Za’atar?

O za’atar é um tempero tradicional para esfihas e pães. Ele pode ser consumido misturado ao azeite e passado sobre o pão, que depois pode ser levado ao forno.

Mas o consumo em massas de esfihas também é muito popular.

Além de massas, o za’atar harmoniza muito bem com carnes de frango, cordeiro, peixes, almondegas, ovos fritos, alguns vegetais como abóbora, couve-flor, berinjela e batata.

É popularmente utilizado também na refeição do café da manhã, aromatizando queijo de iogurte e os pães.

Outra forma de usar o za’atar é com o grão de bico. Para isso, adicione o tempero à pasta de grão de bico.

É possível usar o za’atar para formar uma pasta com azeite de oliva, se tornando uma pasta. Essa pasta, chamada za’atar-ul-zavy, é muito utilizada com bolos de gergelim, que são conhecidos por ka’ak.

Benefícios Do Za’atar / Zaatar 

A mistura de especiarias presentes no za’atar apresenta muitos benefícios. No Líbano, um dos países onde o uso do za’atar é muito comum, tem-se a crença de que esse conjunto de temperos é favorável para o bom funcionamento do cérebro, além de fortalecer o organismo.

As especiarias utilizadas no preparo do za’atar, quando em conjunto, atuam como anti-inflamatório, além de expectorante natural e ajuda na digestão da massa do pão em que é consumido geralmente.

Normalmente, o za’atar é consumido pela manhã, pois acredita-se que seu consumo atua na memória de forma positiva, então é muito usado nas refeições que antecedem exames teóricos, por exemplo. Além disso, suas propriedades tem o poder de ajudar a melhorar o sono.

Veja abaixo os benefícios das principais especiarias presentes no za’atar:

  • Manjerona: a manjerona é muito conhecida por auxiliar na digestão dos alimentos, melhorando o funcionamento do intestino. É também anti-inflamatória, antiespasmódica, antioxidante, expectorante e cicatrizante.

A manjerona também auxilia no tratamento de doenças infecciosas, ajuda no tratamento de úlceras e reduz os sintomas de ansiedade.

Além disso, tem o poder de ajudar a diminuir a pressão arterial e melhorar a circulação de sangue no corpo. Controla o colesterol, o que previne doenças relacionadas ao coração.

  • Tomilho: o tomilho é uma erva rica em timol, oferecendo propriedades antissépticas, assim como o orégano. O tomilho auxilia em casos de afecção pulmonar, e estimula o aparelho digestivo. Além disso, ajuda a reduzir a pressão arterial.

Auxilia no combate a tosse e reduz os sintomas de bronquite aguda. Possui antioxidantes, como a vitamina A e a vitamina C, além de nutrientes como o ferro, o cobre, o manganês e fibras, contribuindo para fortalecer a imunidade.

  • Gergelim: o gergelim possui diversos benefícios para o corpo, como auxiliar na prevenção do câncer por ser um condimento rico em um poderoso antioxidante, o fitato, e também rico em magnésio.

O gergelim é fonte de vitaminas do complexo B, em especial a vitamina B6, que contribui para a recuperação muscular. Auxilia também no combate a doenças cardíacas por ser fonte de gorduras saudáveis.

Possui grande quantidade de minerais como cálcio, zinco e fósforo, que formam um conjunto muito benéfico para os ossos, reduzindo as chances de desenvolvimento da osteoporose.

É fonte de fibras, auxiliando no bom funcionamento do aparelho digestivo e contribuindo para o trânsito intestinal.

Tem poder calmante por conta da presença de nutrientes como a tiamina e o triptofano, o que ajuda a reduzir os níveis de ansiedade no cérebro.

  • Orégano: assim como o tomilho e a manjerona, o orégano é rico em antioxidantes, ajudando a combater os danos causados pelos radicais livres. Juntamente com o tomilho, o orégano oferece também o timol, apresentando propriedades antissépticas.

O orégano também possui propriedades antibacterianas, bloqueando o crescimento de bactérias que podem causar infecções no corpor humano. Além disso, o orégano apresenta também uma substância antioxidante chamada carvacrol.

O carvacrol atua diretamente no combate ao câncer, ajudando a suprimir o crescimento e proliferação de células cancerígenas.

Mas não é só isso, o carvacrol presente no orégano também possui propriedades antivirais, inativando vírus que podem causar diarreia, náuseas e dores estomacais.

zatar-zaatar
Za’atar | Zatar | Zaatar (Foto: Reprodução)

Como Preparar O Za’atar?

Para preparar o za’atar não existe uma formula específica, pois há muitas variações desse tempero, sempre a depender da quantidade utilizada para cada especiaria, além do tipo de erva utilizada. Veja abaixo uma das formas de preparar esse condimento:

Ingredientes

  • 1 colher de chá de manjerona
  • 1 colher de chá de orégano (seco)
  • 3 colheres de sopa de tomilho (seco)
  • 2 colheres de sopa de gergelim torrado (branco ou dourado)
  • 1 colher de sopa de sumagre (ou sumac)
  • ½ colher de chá de sal

Modo De Preparo

  • Primeiramente, torre o gergelim. Para isso, coloque-o numa frigideira antiaderente e ponha em fogo médio por aproximadamente um a dois minutos, apenas o tempo suficiente para que o gergelim seja tostado.
  • Em seguida, coloque todos os ingredientes, inclusive o gergelim tostado, em um recipiente, e misture todos eles com uma colher.
  • Depois, leve os ingredientes misturados a um processador de alimentos e bata tudo até que todos os ingredientes fiquem mais finos. Observe o gergelim e o tomilho, para garantir que estarão bem reduzidos.
  • Caso você não tenha um processador de alimentos, é possível também utilizar um pilão ou almofariz.
  • Após esse processo, coloque a mistura num recipiente de vidro fechado. Guarde-o em um local seco, fresco e longe da luz.
  • Você pode usar o condimento por até seis meses.
  • Caso opte por fazer o za’atar com azeite, basta adicionar uma colher de sopa de azeite de oliva extra virgem para cada colher de sopa de de za’atar, ou seja, sempre a mesma proporção de ambos.
  • Com azeite, o za’atar se torna uma ótima opção para temperar pães e tostá-los em seguida, por exemplo.

Receita De Esfiha Com Za’atar

A esfiha com za’atar é uma receita popular no Oriente Médio, onde é conhecida por manakish ou manaeesh. É uma receita ótima para servir em festas, coquetéis, reuniões, ou até mesmo se deliciar no café. Acompanhe a receita:

Ingredientes

  • 2 xícaras de farinha de trigo
  • ½ xícara de azeite de oliva
  • 1 colher de sopa de açúcar
  • 1 colher de café de sal
  • ½ xícara de água morna
  • 1 colher de chá de fermento biológico seco ou 15 g de fermento biológico fresco
  • 6 colheres de sopa de za’atar
  • sementes de gergelim (opcional)
  • 3 colheres de sopa de azeite de oliva extra virgem

Modo De Preparo

  • Comece preparando a massa da esfiha.
  • Dissolva o fermento biológico em água morna juntamente com o açúcar. Deixe hidratando até que o fermento esteja ativado. Para saber, observe se formou-se uma espuminha.
  • Adicione, num recipiente, a farinha de trigo, o azeite e o sal. Acrescente a mistura de fermento com açúcar e misture tudo com uma colher grande.
  • Em seguida, sove bem a massa até que ela fique consistente e firme. Se ela estiver grudando nas mãos ou na superfície, adicione um pouco mais de farinha de trigo.
  • Depois, modele em forma de bola, e deixe descansar por 30 minutos ou até que dobre de tamanho.
  • Após o período de crescimento da massa, pegue pequenas porções com as mãos e modele em forma de bolinhas pequenas, aproximadamente 10 a 20 porções.
  • Depois, abra as bolinhas em formato de disco e reserve. Use um rolo ou uma garrafa de vidro limpa para ajudar a modelar.
  • Num recipiente a parte, misture o azeite restante com o za’atar e o gergelim.
  • Com um auxílio de um pincel ou colher, espalhe a pasta de za’atar sobre a massa das esfihas. Em seguida, leve as esfihas para assar em forno preaquecido a 180ºC por aproximadamente 20 minutos.
  • Prontinho, agora é se deliciar!

Se quiser conhecer outras receitas aqui no site, é só clicar nesse link.

Tabela Nutricional Do Za’atar

Os parâmetros da tabela nutricional do za’atar podem variar de acordo com a proporção de temperos utilizados no preparo, mas abaixo você pode conferir uma tabela geral para ter uma melhor noção dos valores nutricionais desse condimento:

Porção5 g
Valor energético19 kcal
Carboidratos2.4 g
Proteínas0.6 g
Gordura Totais0.8 g
Gordura saturada0 g
Gordura trans0 g
Fibra alimentar0 g
Sódio110 mg
A Cozinha Que Falahttps://acozinhaquefala.com.br
Se a sua cozinha falasse, o que ela diria? Aqui eu digo tudo! MUITO PRAZER, sou a Cozinha que fala! #cuisinenopopulê

Posts Recentes

Categorias Populares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui