Os 25 Ingredientes Mais Caros do Mundo

ingredientes-mais-caros-do-mundo-Caviar-Almas

Galinha Preta? Ouro Comestível? Ova de peixe albino de 100 anos de idade? Sim, isso tudo existe e são alguns dos ingredientes mais caros do mundo. Confira!

Ingredientes mais caros do mundo

Alguns dos ingredientes abaixo são realmente raros, outros são desenvolvidos pelo homem para que sejam iguarias por suas particularidades. Conheça quais são os 25 ingredientes mais caros do mundo e quais são suas curiosidades.

Melancia Preta

melancia-preta

As melancias Densuke, iguaria japonesa, custam cerca de 20 vezes mais do que suas primas normais de pele verde. No leilão, frutas maiores ou especialmente premium podem ser vendidas por até R$ 32.750.

Abalone

abalone

Tecnicamente um “caracol marinho”, o abalone australiano é colhido ao largo da Austrália do Sul e pode ser vendido internamente por R$ 624 o molusco.

O pescador David Buckland tem licença para colher 7,5 toneladas de carne por temporada, o que pode ser avaliado em até R$ 5 milhões.

Confira um vídeo do Discovery Channel sobre o mercado milionário dos abalones:

Melão Rei Yubari

melao

Os melões Yubari King são um cruzamento entre duas variedades de melão e são cultivados em estufas na região japonesa de Yubari.

Esses melões são tradicionalmente dados como presentes, frequentemente em pares perfeitamente combinados, e os mais procurados são excepcionalmente redondos com uma casca lisa.

Os pares de melões mais exclusivos são vendidos em leilão e podem custar até R$ 64.480.

Favos de Baunilha

baunilha

As flores de baunilha lindamente perfumadas precisam ser polinizadas individualmente, à mão, durante um curto espaço de tempo enquanto a flor está aberta.

O trabalho exige muita mão-de-obra, e um único feijão cultivado na Austrália de grau A pode ser vendido por R$ 50 a unidade de pouquíssimas gramas.

Aceto Balsâmico

aceto-balsamico

Assim como óleos não são óleos, todos os vinagres certamente também não são iguais.

O vinagre balsâmico tradicional, feito na região italiana de Modena, sempre carregará um D.O.P. certificando que é um produto legítimo e ser rotulado como “Aceto Balsamico Tradizionale”.

Uma garrafa envelhecida de 100ml geralmente custa cerca de R$ 936 ou mais.

O vinagre balsâmico tradicional verdadeiro leva pelo menos 12 anos para ser produzido e é protegido pelo sistema de Denominação de Origem Protegida Europeia (DOP).

As uvas Trebbiano, cultivadas na área de Emilia Romagna, na Itália, são colhidas e o mosto (o suco prensado, a casca, as sementes e os caules da uva) é fervido em fogo aberto antes de ser armazenado em barris de madeira por até 25 anos.

Ninhos de Swiflets

ingredientes-mais-caros-do-mundo

Se você nunca ouviu falar de swiftlets, provavelmente já ouviu falar de sopa de ninho de pássaro, a popular iguaria chinesa louvada como uma cura para tudo.

Uma tigela feita com os ninhos brancos é um roubo de R$ 10.000, quando você a compara a uma feita com os premiados ninhos de andorinhas vermelhas, que podem chegar a R$ 50.000.

Veja também: Conheça o guia completo da Cachaça para Iniciantes.

Açafrão

açafrão

Nativo da Grécia, o valioso caule do açafrão deve ser colhido manualmente, mas agora é colhido principalmente no Irã. O comerciante de especiarias de Sydney, Herbie’s, vende meio grama por R$ 52.

Libra por libra, o açafrão é mais caro que o ouro, principalmente porque o processo de colheita é muito trabalhoso. O açafrão é o estame seco da planta do açafrão: cada açafrão produz apenas três estames, e cada um deles deve ser colhido à mão e seco ao ar.

É preciso cerca de flores para um campo de futebol para produzir meio quilo de açafrão seco e cerca de 40 horas de trabalho para colher todas essas flores. No entanto, o açafrão é geralmente vendido em pequenas porções, porque um pouco do tempero ajuda muito em pratos condimentados.

 O açafrão mais vendido é o cupê espanhol, que custa cerca de R$ 120 por 2 gramas.

Cogumelos Matsutake

cogumelo-Matsutake

A resposta do Japão às trufas negras, os cogumelos matsutake têm um aroma picante e podem ser vendidos por até R$ 10.400 o quilo.

O Matsutake cresce debaixo de árvores e são normalmente escondidos por folhas caídas. Ele forma uma relação simbiótica com as raízes de um número limitado de espécies de árvores.

Sabe-se que o Matsutake cresce na China, Japão, Coreia, Finlândia e Suécia, entre outros países. No Japão, ele é normalmente associado com o Pinho Vermelho Japonês.

Café Kopi Luwak

cafe-geisha

O café mais caro do mundo passa pelo sistema digestivo de uma civeta (uma criatura parecida com um gato) antes de chegar à sua xícara.

Existem montes de versões falsificadas no mercado, mas espere pagar cerca de R$ 780 por 100 gramas de feijão para fazer uma bebida almiscarada.

Conhecido também como o café civeta, o café mais caro do mundo é produzido com grãos extraídos das fezes do civeta, um mamífero carnívoro que também gosta de se alimentar do fruto.

Esse processo de coleta de grãos nas fezes acontece na Indonésia e nas Filipinas, onde o produto é chamado de Kape Alamid. Pode custar de R$ 1154 a R$ 6.760 o quilo.

Brotos de Lúpulo

Geralmente chamado de o vegetal mais caro do mundo, os brotos de lúpulo crescem principalmente na Bélgica, lembram aspargos e só surgem uma vez por ano, na primavera, e desaparecem rapidamente, tornando ele obviamente, raro.

Um quilo de Brotos de Lúpulo custa R$ 6.760.

Chocolate To’ak

Toak

Um ex-investidor de Wall Street que mora atualmente no Equador criou esse chocolate que é feito de 81% de cacau.

To’ak, no antigo dialeto equatoriano, significa “terra” e “árvore”, e uma barra desse pecado custo R$ 1.352.

Kobe Beef

kobe-beef

A carne bovina Miyazaki Wagyu intensamente ondulada é considerada a melhor do Japão. Em Las Vegas, uma onça (28 gramas) gramas custa até R$ 170, então um bife padrão de 200g pode custar até R$ 1.248.

Considerado o ouro vermelho da cozinha e a melhor carne do mundo, a carne de kobe tem origem japonesa, e provem da raça bovina wagyu. O seu trabalhoso e diferente método de obtenção, é responsável pelo seu alto preço e sua exclusividade.

Todo o processo de obtenção que consiste em uma criação dos animais totalmente atípica e controlada, é para proporcionar características únicas, como uma alta concentração de marmoreio, ou seja gordura entre as fibras.

O marmoreio não só proporcionará uma carne muito macia, como também bastante saborosa.

Por mais que pareça uma história de filme, os animais possuem uma alimentação especias (com cerveja e maçã na dieta) e seções de massagens e acupuntura. Os animais dormem em tapetes térmicos e escutam música, tudo com o objetivo de não estressa-los.

Jamon Iberico de Bellota

jamon-iberico

Tem R$ 18.720 sobressalentes? Você também pode comprar uma perna de jamon amanteigado, rico em umami, feito de porcos ibéricos alimentados com bolota, criados no oeste da Espanha.

Produzido a partir de porcos pretos ibéricos no oeste de Espanha, o sabor especial deste produto suíno deriva das bolotas doces (bellota) que estes suínos procuram no solo da floresta.

A produção do jamon (presunto espanhol curado) é estritamente regulada pela Denominação de Origem (DO), sistema espanhol que visa garantir a qualidade e a origem geográfica dos alimentos tradicionais.

Essas regras especificam que não pode haver mais de dois porcos por hectare de terra, para garantir que os porcos possam forragear cerca de 4kg de bolotas por dia, necessárias para atingir o peso necessário de cerca de 150kg até o final da temporada de bolotas.

Se quiser saber mais sobre o Jamon Ibérico, segue um doc completinho do youtube:

Chá Verde Matcha

Rico em antioxidantes e cafeína, o chá verde matcha em pó é finamente moído e pode ser usado em panificação, sucos ou para dar sabor a sorvetes ou outras sobremesas gourmet.

Espere pagar até R$ 2.070 por quilo pelo pó de chá verde matcha de grau cerimonial.

Pistaches Iranianos

ingredientes-mais-caros-do-mundo

Os pistaches verdes brilhantes são apreciados por seu sabor excelente e boa aparência, mas 1 kg dos bons podem custar R$ 795.

No exterior, as macadâmias cultivadas na Austrália são consideradas uma das nozes mais caras.

Galinha Ayam Cemani

ayam-cemani

Essa galinha pode ser traduzida como a “galinha totalmente preta” em indonésio, é uma espécie rara e exótica.

Ela é aproveitada por inteiro, das penas até os órgãos e miúdos. O valor? R$ 13.000 a galinha e R$ 1034 o galo.

galinha-preta-2

O galo Ayam Cemani pode pesar até 2,5 quilos enquanto uma fêmea não passa de 1,5 quilos. Em média, elas postam 150 ovos por ano.

Vendida em alguns países como iguaria, a carne desta galinha é consumida por pessoas que desejam aumentar a massa muscular, retardar os efeitos do envelhecimento ou aliviar sintomas de doenças, como diabetes.

Cracas Gooseneck

craca

Da Galícia, as cracas gooseneck são incrivelmente difíceis de colher, com os pescadores arriscando suas vidas para pegá-las em rochas quebradas pelas ondas.

Uma boa colheita pode render mais de R$ 2.600 por quilo.

Foie Gras

fois-gras

Ultra rico e gordo, o foie gras é normalmente feito de fígado de ganso alimentado à força. Na Espanha, o “foie gras ético” de La Pateria de Sousa chega a custar R$ 3.710 o quilo.

O foie gras é um símbolo francês, e que ganhou com o passar do tempo o mundo e um status de produto luxuoso. Tão saboroso como polêmico, “foie gras” que significa fígado gordo, é o fígado de pato sob o efeito de uma intensa alimentação dos animais, gerando um fígado maior e mais saboroso.

O seu processo de obtenção iniciou-se a pelo menos 5 mil anos no Egito antigo, ganhou a Europa, e sofre duras críticas de parte da população mundial.

A partir do processo natural de engorda que os patos e gansos sofrem durante a migração sob forte inverno, criou-se o método manual de alimentar os animais, engordando-os, com o objetivo de ter foie gras disponível durante todo o ano, e em maior quantidade.

A França apesar de não ter sido criadora, foi a propulsora do foie gras, e tem o ingrediente com patrimônio cultural, gastronômico e protegido da França.

Para os animais fornecerem um foie gras de qualidade e especial, é necessário um processo de engorda que possui regras estipuladas e rigorosas. Eles pouco se locomovem e recebem de 6 a 12 vezes mais comida que o normal, técnica chamada de “gavage”.

A textura é incrível, o sabor é marcante, e a sua versatilidade no preparo de pratos é enorme. Difícil acreditar que algo extraído de forma tão agressiva e polêmica pode ser gostoso.

Ouro Comestível

ouro-comestivel

Pois quando você está tão corado, não é apenas o suficiente para usar seu bling, você precisa comê-lo.

Normalmente encontrado enfeitando sundaes de sorvete a preços ridículos em cassinos americanos. Você pode comprar algumas gramas por cerca de R$ 364.

Café Geisha

cafe-geisha

Pensa-se que se originou na Etiópia, o café Geisha foi descoberto na década de 1930 e posteriormente cultivado no Panamá.

O café ganhou atenção global em 2004, quando seu sabor aromático e floral incomum ganhou o título de leilão de café verde Melhor do Panamá, atraindo um preço recorde.

Desde então, vem quebrando seus próprios recordes, alcançando o preço mais alto de todos os tempos em 2019.

Apenas 450g do café geisha não torrado rendeu R$ 6.552.

Saiba mais sobre o Café Geisha no vídeo abaixo:

Caciocavallo Podolico

Caciocavallo Podolico

Existem algumas variedades de caciocavallo por aí, mas é o Podolica, cujo nome deriva das vacas criadas ao ar livre, que é o mais caro.

O queijo coalho envelhecido em cavernas tem formato de gota e sabor ligeiramente semelhante ao provolone.

É vendido por cerca de R$ 728 o quilo.

Caviar Beluga

caviar-beluga

O caviar de esturjão siberiano é um dos alimentos mais caros do planeta, valorizado por seu sabor salgado e terroso.

O caviar iraniano Beluga é um dos mais caros do mundo – um quilo custará R$ 140.000.

Se você quiser fazer alarde, uma lata de 30g do The Truffle Man custa incríveis R$ 816. A melhor forma de provar? Coloque um pouco na mão e coma à temperatura corporal.

Quer conhecer mais sobre o Caviar? Acesse nosso post exclusivo sobre esse ingrediente clicando aqui.

Trufa Branca

trufa-branca

Há a trufa negra luxuosa que você pode ter ralado sobre seu tagliatelle com manteiga, e há a trifola d’Alba Madonna, ou trufa branca Alba, que cresce na Itália.

O tubérculo mais caro custou US $ 330.000,00 (na conversão de hoje, R$ 1.716.000) em 2007.

As trufas brancas são caras porque são raras.

Disponível apenas durante alguns meses do ano em uma pequena parte da Itália (a região do Piemonte), eles devem ser forrageados por porcos especialmente treinados (ou, em alguns casos, cães).

A colheita de trufas oscila, dependendo de como as condições de cultivo foram favoráveis ​​naquele ano. Eles são conhecidos por custar R$ 10.400 o quilo.

Caviar Almas

caviar-almas

O caviar Almas é o ingrediente mais caro do mundo. Ele é o muito raro e vem de esturjões albinos de 100 anos do Mar Cáspio.

Ser um esturjão albino é raro, mas ser um esturjão albino com mais de 100 anos? Isso é muito raro.

Naturalmente, o caviar Almas é vendido em caixas de apresentação folheadas a ouro e vendido por cerca de R$ 130.000 por 900g.

Segue um vídeo lindo do youtube sobre esse ingrediente: 

Como é extraído apenas das fêmeas, algumas acabam morrendo no processo. Como elas não se reproduzem (pois as ovas são todas retiradas) e a população da raça tem despencado a cada ano, provavelmente esse preço só vai aumentar.

Quer conhecer mais sobre o Caviar? Acesse nosso post exclusivo sobre esse ingrediente clicando aqui.

Chá Da Hong Pao

da-hong-tea

O chá Da Hong escuro só cresce no solo rochoso das montanhas Wuyi da China. A lendária doçura robusta desta bebida e as persistentes notas amadeiradas a tornam muito especial.

Embora chás de qualidade razoavelmente boa não proveniente de árvores originais possam ser comprados por cerca de R$ 520 o quilo, as versões envelhecidas e antigas podem atingir preços impressionantes.

Em 2002, um colecionador estava disposto a desembolsar R$ 112.840 por apenas 20g de chá de uma das árvores-mãe originais, o que significa que um quilograma custaria U$ 1,11 milhão (na conversão de hoje, mais de 5 milhões de reais).

Se a sua cozinha falasse, o que ela diria? Aqui eu digo tudo! MUITO PRAZER, sou a Cozinha que fala! #cuisinenopopulê

Deixe uma resposta:

Your email address will not be published.

Site Footer